AS VINTE CHAVES MÁGICAS E OS VINTE NÍVEIS - O Vigésimo Nível um livro, uma jornada interna, em busca daquilo que você não se deixa ver. É a descoberta, no reencontro do meu melhor como indivíduo. Clique para ler os livros. No rodapé do Blog.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O aprendiz dedicado reconhece as inúmeras possibilidades


Nós precisamos percorrer a maior quantidade de possibilidades possíveis até que consigamos atingir o primeiro de uma série de objetivos que nos levará até nosso propósito.
A Física Quântica admite: “- As possibilidades de um evento são inúmeras”; "são infinitas as possibilidades".
Objetivos e Propósito são diferentes. Um conjunto de objetivos bem posicionados, leva ao propósito final.
Objetivo é o resultado de um conjunto de eventos criados por nós no Universo local e pelo próprio Universo local em resposta às nossas criações de eventos.
É um processo cíclico e que depende exclusivamente de nós e das análises que podemos fazer como observadores.
Objetivos sempre serão maiores do que a unidade (1); haverá sempre mais de um objetivo na jornada até o seu propósito.
Propósito é, vamos dizer assim, um desígnio de uma vida, o objetivo maior que pode ainda não ter se abrido para você.
E todas suas ações, das menores imagináveis a aquelas que você nem supõe que esteja fazendo, estão a criar eventos.
Do equilíbrio entre os eventos criados por nós, em concordância com os eventos criados pelo Universo local, neste processo cíclico, é que vamos descobrindo todas as inúmeras possibilidades que precisamos testar e aplicar AO MESMO TEMPO, para cumprir o objetivo em que estamos para passarmos para o próximo objetivo. Este é o caminho até o seu propósito, o seu desígnio na vida.
Para isto você precisa encontrar o Fluxo Bem Aventurado da Criação, em sua jornada e região.
Assim, objetivos são pontuais e estão em acordo com os eventos criados por nós no Universo local que responde com outros eventos, para que possamos elaborar uma nova estratégia a cada objetivo.
É como um espelho que reflete nossas ações, e veremos em contrapartida neste “espelho” a imagem e semelhança dos nossos atos.
Esta é uma das fases e faces da criação da realidade: - Porque os eventos de resposta do Universo local estão diretamente relacionados com a nossa criação de eventos neste mesmo Universo.
Um pintor de paredes: - Ele olha a fachada do prédio; discute a cor; o proprietário manda preparar a cor; adquire a tinta; o pintor se organiza; prepara a tinta; encosta a escada; faz a limpeza prévia; dá a primeira “demão”; chama o proprietário para avaliar; se há algo que não está em acordo, ocorre uma reformulação; e por aí vai. Cada ponto neste exemplo simples corresponde a um objetivo; em cada objetivo, inúmeras possibilidades de concluí-lo; O propósito final, o DESÍGNIO para aquela função, é o prédio pintado e renovado. O Desígnio de vida da pessoa que pintou, era ser um profissional de pintura de prédios, e ele deve ter superado inúmeros objetivos até sua profissionalização. O primeiro deles foi ser um aprendiz dedicado.
Esta troca de eventos regula o ambiente do Universo em que estamos inseridos, de modo a manter uma condição mais próxima do estável, mediante os múltiplos ajustes de equilíbrio dinâmico que fazemos controlados por mecanismos de regulação que são: CONHECIMENTO, ABSTRAÇÃO, INTERAÇÃO, RESOLUÇÃO -> novo evento. Todos estão inter-relacionados.
A nossa relação com os eventos que criamos tem uma característica de um sistema aberto, porque se trata de uma afinidade especial que ocorre entre seres vivos de várias naturezas.
É desta relação equilibrada que nascem os eventos, após detectarmos todas as possibilidades infinitas, mas trabalharmos para executarmos as possibilidades plausíveis, possíveis e adaptadas ao nosso objetivo. Existirão nesse mar infinito de possibilidades, inúmeras que não servirão ao seu desejo de cumprir o objetivo. Ainda que existam infinitas possibilidades, não há como testá-las todas, mesmo porque nem todas elas servem. Então você deve saber escolher, necessita saber "ver", "enxergar", aquelas possibilidades que melhor se encaixam para ajudar resolver o objetivo em que você está. 
Ao devolvermos nosso trabalho “em cima” destas possibilidades para o Universo local, então criamos eventos que logo a seguir vão retornar como resposta deste mesmo Universo local.
Pela interação entre CONHECIMENTO, ABSTRAÇÃO, INTERCÂMBIO com o Universo local, seguimos trabalhando em comunhão com o Fluxo Bem Aventurado da Criação até chegarmos a uma nova RESOLUÇÃO que resolva o objetivo no qual estamos operando e então, seguirmos adiante até atingirmos o próximo e novo objetivo no caminho ao nosso desígnio.

Se você quiser saber mais como eu avalio estas questões:






Parcial do meu livro:

Nenhum comentário:

O Vigésimo Nível - Clique para ler

Uma Amor Para Lembrar - Clique para ler

O Poder da Intenção - clique para ler

O Vigésimo Nível no BUSCAPÉ

Compare e compre: Clique aqui

O Vigésimo Nível na Livraria Saraiva

Compre direto na Livraria Saraiva: Clique aqui

O Vigésimo Nível na Livraria Cultura

Compre direto na Livraria Saraiva: Clique aqui