AS VINTE CHAVES MÁGICAS E OS VINTE NÍVEIS - O Vigésimo Nível um livro, uma jornada interna, em busca daquilo que você não se deixa ver. É a descoberta, no reencontro do meu melhor como indivíduo. Clique para ler os livros. No rodapé do Blog.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

LIBERDADE E LIVRE ARBÍTRIO

Você, eu ou qualquer um sobre a face desta Terra, não temos. Se alguém lhe disse que você é livre, independente e tem livre arbítrio, sinto muito, mas nem independentes, nem livres. Nem aqui, nem na América do Norte, África, nem na Europa, Ásia, Oceania; nem em qualquer lugar deste Planeta.
Nós apenas seguimos o curso, o caminho.
Só existem duas coisas que você pode dominar aí dentro de você: - é estar de um lado, ou de outro ou ir para um lado, ou para o outro, sob vários sentidos e aspectos; comer isto ou aquilo; comer ou não comer, ou não poder comer; ser amável e bondoso ou ser detestável e repugnante. Isto, ninguém pode tirar de você. O resto mais, nada é por sua escolha. E todos estes conceitos têm um sentido para mim e outro para você, por que só eu ou só você sabemos o que é bom, para nós.
E, uma das maiores dificuldades do ser humano é saber escolher e fazer uma boa escolha, por que não nos damos ao trabalho de prever e planejar. Não faz parte das nossas vidas, planejar, por que se tornou tão impossível fazer isto, que foi deixado de lado. Pouco adianta eu planejar a minha vida, num ambiente caótico. Pouco adianta eu planejar meu dia-a-dia, se eu sei que você não planejou o seu e em algum momento nós vamos nos encontrar, e o seu ou o meu desajuste vai acabar com toda a expectativa de uma boa escolha.
Se você pensava que livre-arbítrio era liberdade, enganou-se. Pense no que você quer fazer agora, e faça: - Não trabalhe amanhã viaje e diga ao seu chefe que voltará em uma semana, ou ligue dizendo que vai ir somente pelo dobro do salário; não vá à escola, não pague suas contas, diga o que pensa e o que não pensa para a pessoa que você mais detesta. Sim, de fato você pode, mas ainda continua não sendo independente nem livre, simplesmente por que você não está só. O seu senso de independência, e as suas decisões certamente vão influenciar a vida de muitos. Você precisa estar pronto e preparado para isto. Por que o chamado, a responsabilidade, a cobrança, ela vêm. A galope.
Confundimos livre-arbítrio, com algo que nem conhecemos: - liberdade. Livre-arbítrio é o poder que temos de escolher nossas ações. Sim, isto nós temos, mas não quer dizer que as nossas opções sejam as mais acertadas. Nós fazemos nossas escolhas baseado em nossas analises e em nossas relações com o meio que vivemos.
Geralmente damos preferência aquelas que exclusivamente vão nos beneficiar. Muito poucos tomam decisões ou fazem escolhas em prejuízo de si mesmo ou para beneficiar ou mesmo considerar, a outros. Estes são os “boa-fé”, “os fraternos”, os trouxas.
Nosso parecer, nosso juízo, nossa opinião, vontade e determinação são exclusivamente escolhas, EGOÍSTAS, e temos a cara de pau de chamar isto de “livre-arbítrio”.
Só para terminar: - você ainda pode escolher ser bom ou ser ruim. Ser bom é difícil; ser ruim é fácil e gasta pouca energia. Ser bom é construir algo para muitos escolhendo não para si, mas o melhor para os outros.
Enfim, o mundo precisa de uma quantidade maior de “trouxas”? A sua resposta, é uma escolha, e conseqüentemente uma decisão.

O Vigésimo Nível - Clique para ler

Uma Amor Para Lembrar - Clique para ler

O Poder da Intenção - clique para ler

O Vigésimo Nível no BUSCAPÉ

Compare e compre: Clique aqui

O Vigésimo Nível na Livraria Saraiva

Compre direto na Livraria Saraiva: Clique aqui

O Vigésimo Nível na Livraria Cultura

Compre direto na Livraria Saraiva: Clique aqui